Fonte,Folha MAx
Foto/Reprodução

O major da Polícia Militar de Mato Grosso (PM-MT), Evandro Marcolino da Silva, se apresentou à Corregedoria da PM, em Cuiabá, após ter a prisão decretada acusado de estuprar uma adolescente de 14 anos sob a mira de uma arma. O crime ocorreu em Colíder, em 2002, quando a vítima trabalhava como empregada doméstica na casa do condenado.

Leia também: Bebê abandonada em Colíder está estável e se recupera em hospital

Conforme a Corregedoria da PM, o major passou por audiência de custódia e foi encaminhado para cumprir pena em uma unidade militar, por decisão judicial. Na esfera militar, a conduta dele foi investigada em inquérito (IPM) e aguarda decisão de Conselho de Justificativa (procedimento demissionário).

Continua depois da publicidade

SALÁRIO DE R$ 13 MIL

O major foi condenado a 8 anos de prisão, além de perder o salário de quase R$ 13 mil e a patente. A sentença é do desembargador Luiz Ferreira da Silva, relator do processo.

O major foi condenado pela prática de três crimes de estupro em continuidade delitiva, pois as ações foram desenvolvidas nas mesmas circunstâncias de tempo, lugar e modo de execução. Ele cometeu o estupro por três vezes.

DEIXE UMA RESPOSTA

O Canaã Notícias agradece se você deixar o seu comentário.
Ops! Faltou o seu nome!