Fonte,Só Notícias
Foto/Reprodução

O principal suspeito de assassinar o sargento da Polícia Militar José Brasil dos Santos Neto foi absolvido, hoje, em júri popular. A vítima foi morta a tiros, em fevereiro de 2011, quando chegava em casa, na rua coronel João Nascimento, no bairro Centro Antigo, em Peixoto de Azevedo (200 quilômetros de Sinop). Para os jurados, o réu não cometeu o crime.

O julgamento foi por meio de videoconferência, já que o réu está preso no Paraná e, em razão da pandemia de coronavírus, o recambiamento foi impossibilitado. Foi o primeiro júri à distância realizado pela comarca de Peixoto de Azevedo, tendo sido conduzido pelo juiz Evandro Juarez Rodrigues.

Leia também: PF deflagra 2ª fase de operação contra garimpo ilegal em MT

Ainda cabe recurso contra a sentença de absolvição. A decisão dos jurados foi informada, ao Só Notícias, pela assessoria do Tribunal de Justiça. Outros detalhes ainda não foram divulgados. Com o entendimento do júri, o acusado, que era cunhado da vítima, deverá ser colocado em liberdade, salvo se estiver preso por outro motivo. Ele foi localizado em março de 2019, no município de Umuarama, no Paraná.

A denúncia do MPE apontava que a vítima estava chegando em sua residência em um Fiat Siena vermelho, juntamente com seus familiares, oportunidade em que o denunciado já se encontrava no local. A acusação era de que o homem havia se aproximado e desferido vários disparos de arma de fogo, fugindo em seguida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui