Fonte,G1/MT
André Rodrigues da Silva. — Foto: TJ-MT/Assessoria

Os irmãos de 84 e 86 anos encontrados em situação de abandono em um vilarejo em Santo Antônio de Leverger, a 35 km de Cuiabá, tinham as aposentadorias usurpadas por familiares que moram em outro município.

André Rodrigues da Silva e Abílio Rodrigues da Silva estavam morando sozinhos há mais 20 anos num vilarejo chamado de Vale Abençoado sem medicamento, em meio a parasitas, lixo e passando fome.

Eles foram resgatados no início do mês durante o programa Ribeirinho Cidadão, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT).

Continua depois da publicidade

Segundo o juiz José Antônio Bezerra Filho, coordenador do projeto, as aposentadorias dos dois eram sacadas pelo filho de um deles e outros parentes.

Abílio Rodrigues da Silva — Foto: TJ-MT/Assessoria

“Isso mostra a degradação dos valores e princípios do ser humano. É triste ver que uma pessoa dá todo super para criar os filhos e, quando necessita ser amparado, depois é abandonada em condições sub-humanas”, disse o magistrado.

O caso, ainda de acordo com o juiz, deve virar uma ação do Ministério Público Estadual (MPE) contra os familiares dos dois idosos.

Entre os possíveis desdobramentos, os irmãos podem ser levados para um abrigo para idosos custeado pelo estado ou pelo município ou ainda colocados para adoção responsável. O processo deve tramitar na vara de Santo Antônio de Leverger.

Continua depois da publicidade

Enquanto isso, André e Abílio continuam morando no mesmo lugar com a ajuda de vizinhos. Quando foram resgatados, eles receberam roupas novas e corte de cabelo.

“O objetivo agora é dar uma sobrevida para esses dois irmãos”, completou o juiz.

André e Abílio

André e Abílio moram há 20 anos sozinhos em comunidade rural em MT — Foto: TJ-MT/Assessoria

Nos últimos anos, com a idade avançada, as funções rotineiras se tornaram muito dificultosas, pois ambos possuem catarata em estágio avançado, de modo que a visão é muito limitada.

Continua depois da publicidade

André não consegue ficar ereto por patologias graves na coluna enquanto Abílio também tem problemas auditivos e ambos são hipertensos.

Quando foram resgatados só havia arroz, feijão e açúcar para comer, um dos colchões estava cheio de vermes, a casa toda tinha mau cheiro, os dois estavam sem tomar banho há meses e havia vários medicamentos vencidos.

Abílio e André foram levados até o local onde estavam sendo realizados os atendimentos no Vale Abençoado, no dia 24 de fevereiro, passaram por avaliação médica, receberam medicamentos, tiveram seus documentos checados.

DEIXE UMA RESPOSTA

O Canaã Notícias agradece se você deixar o seu comentário.
Ops! Faltou o seu nome!