foto4
Foto/G.E

O Palmeiras jogou de branco dentro de casa neste domingo, e por muito tempo atuou como costumam fazer os visitantes no Palestra Itália. Envolvido durante a maior parte da partida deste domingo, o time acumula a segunda derrota consecutiva dentro de casa, desta vez levando gol nos acréscimos para perder por 2 a 1 para a Ferroviária, pelo Campeonato Paulista, e recebendo vaias de quase todos os mais de 18 mil pagantes.

Diante de um rival bem treinado, ficou clara a deficiência tática palmeirense. O clube grená trocava poucos passes para chegar à área de Fernando Prass e tinha sempre um jogador a mais no meio-campo, além de saber usar a posse de bolas. O Verdão só tinha lançamentos e correria inúteis. A punição veio aos 48 minutos, quando Rafinha saiu na cara de Fernando Prass e definiu o marcador.

Envolvente, a Ferroviária abriu o placar aos 40 minutos do primeiro tempo, quando Fernando Gabriel bateu a falta no canto de Fernando Prass e balançou as redes. Na base da raça, o Palmeiras empatou no primeiro lance de Rafael Marques e Cristaldo na partida, com o argentino marcando o gol aos 17 minutos do segundo tempo. Um alento passageiro, já que a equipe está longe de convencer.

O Verdão joga pela Libertadores em casa pela primeira vez em 2016 às 21h45 (de Brasília) de quinta-feira, diante do argentino Rosario Central. No Paulista, os comandados de Marcelo Oliveira chegaram a dez pontos, ainda liderando o grupo B. Já a Ferroviária, com 11 pontos, fica em primeiro lugar, á frente do São Paulo no grupo C.

O jogo – Durante dez minutos, o palmeirense viu seu time como gostaria. Marcelo Oliveira manteve a base que goleou o XV de Piracicaba na quinta-feira, apenas recolocando Zé Roberto no lugar de Egídio na lateral esquerda, e soube usar a estratégia da Ferroviária a seu favor. A equipe de Araraquara subia seu jogo e deixava as costas da zaga à disposição dos anfitriões.

O Verdão iniciou o confronto no 4-1-4-1, com Thiago Santos à frente da defesa e Alecsandro na frente. A movimentação de Gabriel Jesus e Dudu dava opção de passe para Jean e Robinho e os laterais passavam com tranquilidade. Os donos da casa envolviam os visitantes, que viram Alecsandro finalizar para fora de baixo da trave e o goleiro Rodolfo para finalização de Jean com grande defesa, aos sete minutos.

Assista aos gols de Palmeiras 1 x 2 Ferroviária 

Publicidade


A Ferroviária, então, resolveu assunto com simplicidade e ousadia. Adiantou ainda mais a marcação, povoando o campo de defesa e complicando de vez a frequentemente criticada saída de bola palmeirense. A estratégia de usar a velocidade de Dudu e Gabriel Jesus nas costas da defesa rival passou a ser feita com lançamentos de zagueiros, que insistiram tanto quanto erraram.

Os visitantes dominaram a partida, e o previsível gol saiu, aos 40 minutos. Gabriel Jesus cometeu falta perto da meia-lua e o time de Araraquara formou uma barreira para encobrir a visão de Fernando Prass. Fernando Gabriel cobrou no canto do goleiro e balançou as redes.

Não à toa, o Palmeiras foi para o intervalo vaiado, e nada mudou no segundo tempo. Podia ser até pior não fosse Fernando Prass que, após mais uma troca de passes rápidas da Ferroviária que envolveu a defesa alviverde, saiu nos pés de Tiago Adan para evitar a ampliação do placar, aos 15 minutos.

Marcelo Oliveira, então, resolveu agir. Trocou Jean e Alecsandro, vaiado ao ser substituído, e apostou em Rafael Marques e Cristaldo. A vontade da dupla deu resultado em menos de um minuto. Aos 17, Robinho tocou na grande área e Rafael Marques ajeitou para Cristaldo empatar, injetando ânimo em uma partida que caminhava para mais um dia de irritação da torcida.

Mas a empolgação foi reduzindo. O Palmeiras, enfim, ficava mais no seu campo e com a bola, sem ser tão envolvido pela Ferroviária. Porém, passou a causar apreensão quando levava contra-ataque e raiva por acumular erros na frente. O pior aconteceu nos acréscimos, quando Rafinha saiu na frente de Fernando Prass e definiu a partida.

Da redação, Canaã Notícias com fontes do G.E.

DEIXE UMA RESPOSTA

O Canaã Notícias agradece se você deixar o seu comentário.
Ops! Faltou o seu nome!