Buscar Notícias 
14/12/2017 às 19:53 - Atualizada em 14/12/2017 às 19:53

Polícia Civil e órgãos realizam operação contra abatedouros clandestinos e comércio de carne em MT
VEJAM AS FOTOS DA OPERAÇÃO ABAIXO:
Da redação,Canaã Notícias
Share Button

Com Acessória da PJC

Polícia Civil e órgãos realizam operação contra abatedouros clandestinos e comércio de carne em MT. Foto/PJC

A Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso em investigações da Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema) deflagrou na manhã desta quinta-feira (14.12), uma operação na região do Vale do São Lourenço para combater crimes ambientais e proteger a saúde pública do consumidor.

A ação está inserida na operação nacional denominada “PC 27”, desenvolvida pelas Polícias Civis em todos os estados da Federação.

Seis mandados de prisão temporária, cinco mandados de condução coercitiva e 17 buscas e apreensão são cumpridos em oito estabelecimentos comerciais (mercados com comércio de carne), três estabelecimentos rurais (abatedouros clandestinos) e seis residências, localizados nas cidades de Campo Verde e Dom Aquino.

As ordens judiciais são cumpridas com apoio de policiais civis das Delegacias Regional de Rondonópolis (212 km ao Sul) e Primavera do Leste (231 km ao Sul).

A operação é resultado de força-tarefa dos órgãos de repressão e fiscalização do Estado de Mato Grosso, com o objetivo de coibir práticas criminosas que atentam contra a qualidade do produto.

Fiscais da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), Vigilância Sanitária, Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea) e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) participam dos trabalhos, a fim de exercer o controle pleno da licitude dos atos de produção e comercialização da carne, impedir ações clandestinas que insistem, sem êxito duradouro, em se afirmar no mercado organizado.

publicidade

Também integram as equipes fiscais e agentes da Superintendência de Defesa do Consumidor (Procon-MT), Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), e o Instituto Mato-grossense de Carne (Imac), que presta apoio com informações técnicas para a investigação da operação, além da direta e substancial atuação do Ministério Público e Poder Judiciário, órgãos que respaldam o combate de tais práticas delitivas no Estado.

O delegado da Polícia Civil, Gianmarco Paccola Capoani, que preside as investigações, informou que as investigações iniciaram há seis meses para apurar crimes de associação criminosa, crimes contra as relações de consumo (Art. 7º, IX da Lei 8.137/90, c/c artigo 18, § 6º,  incisos I,II e III), infringência de normas que impeça a propagação de doença contagiosa (artigo 268 do CP), crimes de poluição, empreendimento poluidor e uso de produto perigoso/tóxico (Artigo 54, caput, artigo 56 e artigo 60 da  Lei 9605/98).

publicidade

Share Button




Deixe seu comentário







LINK DA NOTÍCIA - ESPALHE POR AÍ









Agronegócio


Fortuna Nutrição Animal promove o 1º Grande Encontro da Fortuna em Nova Canaã do Norte

Economia


Prefeitura de Nova Monte Verde abre vagas em processo seletivo 2018

Mato Grosso


Mãe abandona recém-nascido após dar à luz na calçada com a ajuda de morador

Links Últeis

brasil_search policia-federal policia-militar policia-civil corpo-de-bombeiro portal-brasil google

Publicidade



Anuncie Conosco

Anuncie Aqui! anuncie-aqui-160x100